André Moura segue na frente do Campeonato Brasileiro de Young Riders, no RJ

Sem cometer nenhuma falta em todo o campeonato, o cavaleiro de Minas Gerais vira na frente para a grande final individual de domingo

Montando a égua de 15 anos de sua criação, Blitz M, filha de Galand de la Land, o jovem representante de Minas Gerais, André Moura, 19 anos, que está estreando na categoria, segue zerado, sem cometer nenhuma falta, nos três percursos do Campeonato Brasileiro de Young Riders, que está sendo disputado na Sociedade Hípica Brasileira, no Rio de Janeiro. Nesta sexta, todos os concorrentes voltaram à pista Roberto Marinho para o segundo dia numa prova com dois percursos idênticos. André, que venceu no primeiro dia, tinha zero pontos, somados aos dois percursos limpos do segundo dia, vira na liderança. Mais dois conjuntos terminaram sem faltas: Pedro Backheuser, representante da casa, com Cassandra Girl, que soma apenas 1,87 pontos do primeiro dia em todo o campeonato e Mariana Chaves, com La Divine W Z, que agora tem 3,12, também trazidos do primeiro percurso.  Thales Marino, que vinha em segundo, fez um ponto por excesso de tempo, mas segue na vice-liderança com um total de 1,32 pontos perdidos. A categoria Young Riders não teve disputa por equipes.

O jovem André Moura, campeão mineiro de Young Rider este ano, disse que está confiante: “A estratégia é tentar manter a mesma calma, manter minhas éguas (ele também monta Ferrari M que soma 7,10 pontos no campeonato) frescas, com energia para a final. Estou animado porque eu gosto muito de saltar aqui no Rio”, festejou o líder.

Na categoria Jovem Cavaleiro Top, que começou nesta sexta, a melhor na prova de cronômetro foi a representante da casa, Maria Fernanda Artmann Severo e sua Incroyable de Muse. Porém, seis outros conjuntos seguem sem faltas no campeonato em igualdades de condições. Na prova de 1.20m, Jovem Cavaleiro, a melhor na prova foi Julia Moraes Cintra Modelli com Osama Tok pelo Mato Grosso do Sul e outros 25 conjuntos seguem zerados para o segundo dia. Na prova de Jovens Cavaleiros A, Leonardo Petsch Riberio da Silva, por São Paulo, montou Black Star e fez o melhor tempo neste primeiro dia enquanto no Jovem Cavaleiro B, venceu Alice Maria Branco, com Casper, pela FPH e a amazona carioca da SHB, Clara Almeida, fez o terceiro melhor tempo ideal, com Carlo. Nas duas alturas muitos conjuntos seguem sem faltas para o segundo dia.

Todas as equipes cariocas fecharam o primeiro dia do campeonato sem faltas e neste sábado serão decididos os pódiuns por equipes das categorias de jovens cavaleiros. Todas as provas serão disputadas em dois percursos idênticos. No Domingo, na pista Roberto Marinho, acontecem as grandes finais individuais de todas as categorias. Quem não se classificar entre os melhores para a disputa dos títulos individuais, pode participar das provas extras, também no domingo, na pista José de Verda.

O CBS de Jovens Cavaleiros e Young Riders é aberto ao público e têm entrada franca. Informações completas, ordens de entrada e resultados podem ser conferidos no site da SHB. As provas têm transmissão ao vivo e resultados online, em tempo real. Confira tudo em www.shb.com.br ou baixe o aplicativo disponível para Android e IOS e não perca nenhuma ação.

A SHB tem patrocínio de Total, BTG Pactual, Grupo Sabemi, Grupo AB, Village Mall, Multiplan, SporTV e apoio Hotel Aretê, Portal do Oriente, Japiassu, Maison du Cavalier e Marconutra.